Novo cálculo para o CPMF

Veja como será calculado o abatimento da CPMF

1) O primeiro passo para calcular o IR é a renda do contribuinte.

2) Depois de informada a renda, são aplicadas as deduções como gastos médicos, dependentes, etc.

3) O resultado é o que a receita chama de “base de cálculo”. Sobre esse valor incidem as alíquotas de 15% e de 27,5%.

4) O valor seguinte é o que o governo chama de imposto devido.

5) Sobre esse valor, é que incidirá o desconto anunciado ontem. Na prática, o governo estará reduzindo o imposto devido. O cálculo será feito da seguinte forma:

Exemplo 1:

Imposto devido: R$ 500,00
CPMF paga: R$ 310 dos quais só serão deduzidos R$ 214,47
Saldo do imposto devido: R$ 285,53
Imposto retido na fonte: R$ 800,00
Restituição que o contribuinte receberá: R$ 514,47

Exemplo 2:

Imposto devido: R$ 500,00
CPMF paga: R$ 400,00 dos quais só serão deduzidos R$ 214,47
Saldo do imposto devido: R$ 285,53
Imposto retido na fonte: R$ 270,00
IR que o contribuinte pagará: R$ 15,53

Exemplo 3:

Imposto devido: R$ 100,00
CPMF paga: R$ 120 dos quais só serão deduzidos R$ 100 porque o imposto devido é menor que o recolhimento feito
Saldo do imposto devido: R$ 0,00
Imposto retido na fonte: R$ 130,00
Restituição que o contribuinte receberá: R$ 130,00

Exemplo 4:

Imposto devido: R$ 100,00
CPMF paga: R$ 80 que serão integralmente abatidos já que está abaixo do imposto devido e do teto de abatimento
Saldo do imposto devido: R$ 20,00
Imposto retido na fonte: R$ 130,00
Restituição que o contribuinte receberá: R$ 110,00

Exemplo 5:

Imposto devido: R$ 0,00
CPMF paga: R$ 60 dos quais nada poderá ser abatido já que não há imposto devido
Saldo do imposto devido: R$ 0,00
Imposto retido na fonte: R$ 20,00
Restituição que o contribuinte receberá: R$ 20,00